Manjaro - Um Arch Linux para Iniciantes, com Interface Gráfica de Fábrica!!

sáb 24 agosto 2013

ATUALIZAÇÃO (em 18/06/2014): sugiro olhar meu post mais recente sobre o assunto, em que ensino a instalar a versão 0.8.9 do Manjaro.

Depois de ler meus posts sobre o Arch Linux (como instalar a versão 2012.09.07 e versão 2013.01.04), muita gente ficou esperando (em vão, foi mal!) um post sobre como colocar uma interface gráfica nele.

E agora, depois de mais de 6 meses apanhando (e fazendo outras coisas, confesso!), finalmente consegui! Não é exatamente o Arch Linux, mas é quase... E o melhor: funciona no meu netbook velho, um ASUS EeePC 2g Surf, lançado em 2007.

Estou falando do Manjaro, uma distribuição Linux que tenta aproveitar as vantagens do Arch Linux de uma forma mais acessível a iniciantes.

O que os desenvolvedores dessa distribuição almejam é disponibilizar um sistema 100% compatível com o Arch Linux, mas que já venha pronto para usar, com interface gráfica e tudo.

E não é que os caras conseguiram? Claro que nem tudo são flores, se não eu não teria levado tanto tempo, não teria escrito este post e você não estaria lendo, mas vou dar o bizú completo para vocês agora.

Se vocês não leram meus posts anteriores, vou resumir. Eu já tinha tentado instalar o Arch Linux duas vezes. Na primeira, sofri um bocado só para conseguir dar boot usando o UNetbootin. Na segunda, sofri bem menos, mas levei um tempão só para colocar o sistema básico rodando (sem interface gráfica).

Com o Manjaro, a coisa foi um pouco mais fácil, mas tive meus percalços. Esse post se destina a te ajudar a evitar esses percalços. Se tiver outras dúvidas, coloque nos comentários, que vou complementando o post.

A versão 0.8.6 é boa. Vai com fé!
- Eu havia tentado instalar o Manjaro 0.8.5, mas o instalador gráfico não funcionava bem na versão 32 bits. Para a versão 0.8.6 isso foi corrigido. Eu usei a versão OpenBox. Acho que li em algum lugar que ela era mais leve, agora não me lembro.
- No momento em que estou escrevendo este post, a versão 0.8.6 é a versão atual. Se você estiver lendo depois e a versão 0.8.6 não estiver disponível, tente uma versão anterior e veja se obtém sucesso. Novas versões tendem a levar algum tempo para estabilizar. No mundo do Linux, muitas vezes as versões com número ímpar apresentam inovações e as versões com número par são mais estáveis. Na dúvida, procure a versão par.

Use a versão i686, isso quer dizer 32 bits!
- Eu sempre me confundo com essas denominações de versões. Quando estava tentando instalar o Arch, ele tinha uma versão "dual", mas depois fiquei na dúvida: i686 ou x86_64? Eu devia ter sacado que "x86_64" é 64 bits, né? Mas achei que i686 era Pentium e x86 era não Pentium (Celeron inclusive?), sei lá... Maluquice minha. Se você está procurando uma distribuição que sirva num computador velho, vá de i686.

2GB não são suficientes! Você precisa de pelo menos 4GB!
- Meu netbook só tem 2GB de SSD internamente. O cartão de memória que eu estava tentando usar também só tinha 2GB. Pode esquecer. Arrumem um cartão SD de 4GB ou um pendrive de pelo menos esse tamanho.

ImageWriter não serve. Use o UNetBootin.
- O manual do Manjaro fala nesse ImageWriter para colocar a mídia ISO do instalador no pendrive. Eu cheguei a instalar esse ImageWriter, mas acabei usando meu bom e velho UNetBootin.
- Na minha primeira tentativa de instalação do Arch Linux, tive que alterar o arquivo syslinux.cfg depois de usar o UNetBootin, mas desta vez, com o Manjaro 0.8.6, não precisei de nada disso. Foi gravar a imagem e partir para a instalação.

GRUB não instala - Path `/boot/grub' is not readable by GRUB on boot. Installation is impossible. Aborting.
- Se você mudou o tipo de filesystem usado pelo cartão SD durante a instalação (de ext3 para ext4, por exemplo), o GRUB vai se perder e não vai conseguir instalar.
- O que você precisa fazer é já estar com o disco particionado quando começar a instalação. Se precisar particionar para instalar, faça assim: comece a instalação e vá até o particionamento. Pare. Reinicie o netbook e comece de novo a instalação, dessa vez pulando o particionamento.
- Lembre-se de, ao particionar, deixar 1MB no início da partição para o GRUB, ou terá o problema abaixo (embedding too small).
Leia mais sobre o assunto aqui (em inglês)

GRUB não instala - "embedding area is unusually small, core.img won't fit in it":

  • Você precisa deixar um pequeno espaço no início do cartão SD (ou pendrive) para o boot loader. Se você não fez isso (eu não fiz), você receberá uma tela de erro como esta, dizendo que sua área de "embedding" é muito pequena e que o "core.img" não vai caber nela.
  • Aí você tem duas opções: ou começa tudo de novo deixando um espaço vazio no início do cartão SD na hora de particionar; ou
  • de dentro do próprio Manjaro, você pode rodar o GParted e mover a primeira partição 1MB para a frente. Você pode fazer isso com a tela do instalador aberta, e depois retomar a instalação. Eu fiz a alteração e voltei no passo "2. Disk Preparation" só para informar qual partição eu estava usando. Depois pulei direto para o passo "5. Install Bootloader" para terminar a instalação.
  • A primeira alternativa (começar de novo) não é tão mal, já que a segunda (mover a partição) leva uns 15 minutos. Claro que, se você está lendo isso antes de começar, não vai precisar passar por este problema.
    Leia mais aqui (em inglês)

Login não funciona:
- Quando finalmente consegui fazer a instalação completa, descobri que as senhas que informei durante a instalação não funcionavam... O teclado do meu netbook (Asus 2g Surf) é bem pequeno e eu acho que o Num Lock é ligado pelo Manjaro durante o boot, o que muda a letra "o" para "6", o "j" para "1" e outras maluquices que tornam quase impossível digitar uma senha corretamente.
- O problema é que há alguns caracteres que não aparecem na tela, mas o Linux registra na senha e depois você não consegue mais digitar exatamente estes caracteres na hora de logar.
- Para evitar que isso aconteça com você, teste o teclado quando ele te pedir para colocar a senha. Aperte Ctrl+Alt+F1 e vá para o console (tela preta). Se precisar de senha, o usuário padrão é manjaro e a senha é manjaro. Digite qualquer coisa aí e veja se o teclado está funcionando como deveria. Desligue o Num Lock com Fn+F11, se for o caso. Para voltar para a interface gráfica, aperte Alt+F7.
- Se você fez como eu e instalou tudo para descobrir depois que não consegue acertar a senha de jeito nenhum, há uma solução. Siga os passos abaixo.
- Coloque o cartão de memória em outro computador, de preferência um linux em que você tenha acesso como root.
- Procure, no cartão de memória (não no seu computador), o arquivo etc/passwd. Provavelmente vai ser algo como /media/SDCard/etc/passwd. Atenção: não confunda com o /etc/passwd do computador onde você colocou o cartão SD (ou pendrive).
- Altere esse arquivo, onde aparece root:*****:0:0:root (**** é um monte de caracteres, que podem ir até a outra linha). Altere para:
    root::0:0:root
- Isso vai zerar a senha do root, deixando você entrar sem senha. Você pode fazer o mesmo para o usuário manjaro (ou o que você criou). Vai ficar:
    manjaro::1000:100::/home/manjar:/bin/bash
- Altere também o arquivo /media/SDCard/etc/shadow. O procedimento é mesmo, eliminar o campo de senha, deixando o vazio. Algo como:
root::15930::::::
manjaro::15930:0:99999:7:::
- Isso deve resolver. Agora você conseguirá acessar o Manjaro. Recomendo que você coloque senhas nos dois usuários assim que conseguir usá-los.
Leia mais aqui (em inglês)

Próximos passos:
- Com a máquina devidamente instalada, eu recomendaria algumas ações:
- Desligar o Num Lock na inicialização. Ainda não descobri como fazer isso, mas tenho certeza de que há uma maneira. É muito irritante ficar brigando com o tecladinho do netbook. Se você estiver usando um teclado USB plugado nele, acho que nem vai perceber.
- Desligar a inicialização automática da interface gráfica. Meu netbook não é exatamente uma bala e eu me viro bem no console, então acho que deixaria para rodar a interface gráfica quando ela fosse realmente necessária. Depende do que eu for fazer com ele.
- Instalar a IDE do Arduino. Eu tenho brincado muito com o Arduino e acho que esse netbook seria o acompanhamento perfeito para ele, mas ainda não me aventurei a instalar a IDE. Se alguém lendo isso já tiver instalado o Arduino no Manjaro (ou no Arch) e quiser me dar a dica nos comentários, agradeço.

Para ver outros posts similares, clique nas tags manjaro, linux ou netbook, abaixo.

ATUALIZAÇÃO (em 18/06/2014): se você leu tudo e se animou a experimentar o Manjaro, sugiro olhar meu post mais recente sobre o assunto, em que ensino a instalar a versão 0.8.9.

Abraços,
Otávio

manjaro / arch_linux /

Comentários